Gastronomia 

Brasileira relata momentos de agonia no Texas

A jornalista brasileira Ingrid Furtado mora com o marido e dois filhos em Houston, no Texas (Foto: Wikimedia)

A jornalista brasileira Ingrid Furtado mora com o marido e dois filhos em Houston, no Texas, e afirma que nunca imaginava passar por isso. Ficamos sem eletricidade por 36 horas, período mais frio de todos. Nossa sorte é que nossa lareira, fogão e aquecimento de água são a gás. Então tivemos um ponto de calor e como cozinhar”, afirma.

Ingrid disse que, depois a luz voltou, ficou oscilando muito e a cada duas horas caía a energia. Isso durou um dia e meio mais ou menos, segundo ela. 

“Depois, recebemos a boil water notice. e o banho que já não tomávamos direito desde o início, por causa da queda do volume de água, virou banho de gato. Enfim, foi um período q nunca imaginei que viveria. A falta de infraestrutura energética no inverno aqui no Texas me surpreendeu demais, infelizmente”.

Ela afirma que é muito triste ver o número de pessoas que morreu e outras perderam a casa ou o negócio. “o daycare da minha filha vai ficar três meses fechado pra consertar os danos. Triste demais”.

“Grande desastre”

O presidente Joe Biden assinou uma ordem de “grande desastre” para o Texas e o envio de verbas federais para o Estado.  O dinheiro prevê assistência para moradia, reparos residenciais e empréstimos de baixo custo para moradores por meio do Federal Emergency Management Agency (FEMA). 

Mais de 70 mortes de moradores dos Texas nos últimos dias estão ligadas à onda de frio extremo, de acordo com as autoridades locais. 

Cerca de 4 milhões de pessoas ficaram sem energia elétrica desde que um frio histórico, com temperaturas próximas a -20ºC, atingiu o Estado. As tempestades interromperam o fluxo nas rodovias, repletas de neve e gelo, e consequentemente a distribuição de suprimentos para os supermercados. Aos poucos, a energia elétrica está sendo restabelecida, bem como o fornecimento de água potável e o abastecimento dos supermercados.

Fonte:  @acheiusa

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *