Notícias Nacionais 

Mudanças para 2021: Grêmio anunciará troca de preparador, e CEO deve assumir o futebol

Preparador físico Márcio Meira deve ser o primeiro desligamento de 2021 — Foto: Lucas Uebel/DVG/Grêmio

Preparador Márcio Meira deve deixar o clube, assim como o vice de futebol Paulo Luz e os diretores Celson Matte e Claudio Tavares

Parte das providências prometidas pelo Grêmio após a derrota na final da Copa do Brasil passam a ser tomadas a partir desta segunda-feira pela diretoria do clube gaúcho. Os principais anúncios devem incluir mudanças na preparação física e no departamento de futebol.

O vice de futebol Paulo Luz deve deixar o posto junto com os diretores Celson Matte e Claudio Tavares. Com isso, o CEO do clube, Carlos Amodeo, deve ter mais força no departamento de futebol, acumulando as funções de diretor geral e esportivo.

Na comissão técnica, a única alteração deve ocorrer na preparação física. O preparador Márcio Meira não seguirá para a próxima temporada. Indicação de Renato, o próprio já tem conhecimento da pressão sobre a presidência para uma mudança.

Renato Portaluppi e o presidente Romildo Bolzan Júnior trataram das mudanças durante as negociações para renovação de contrato do treinador, quando se discutiu o planejamento para 2021. O dirigente inclusive citou o organograma do futebol.

A equipe de apoio do clube deve tocar o trabalho até a contratação de outro nome. Renato indicou Meira no início de 2020, mas a diretoria defendeu a troca na função para 2021. Foi um dos pontos trabalhados com o treinador para a renovação.

– A partir de amanhã (segunda) anunciaremos decisões novas. Preparação física tem um grupo de casa, com memória, história. Se chegar outro, teria uma situação diferente. Não temos nada que podemos dizer deste momento – disse Romildo após a perda do título da Copa do Brasil.

Amodeo deve acumular o cargo de executivo de futebol, com já ocorre atualmente, e ter mais presença na decisões do futebol. O cargo está vago desde demissão do executivo Klauss Câmara, em setembro do ano passado

Marcelo Rudolph, supervisor de futebol, e Marcelo Oliveira, coordenador técnico, seguem no auxílio a Amodeo. Recentemente, o ge ouviu que a busca por um profissional para a função não estava entre as prioridades.

Base mais utilizada

O último assunto mais citado, além da contratação de reforços, claro, diz respeito ao aproveitamento da base. O acerto foi para que jovens formados no clube tenham mais presença na hierarquia e não sejam utilizados como última opção.

Isso é uma estratégia “de clube” e passará a ser a diretriz a partir de 2021. O grupo de transição segue existindo como última fase antes de ascensão aos profissionais.

A intenção é que os jovens integrem o elenco principal e possam ganhar minutos mais rapidamente – a palavra “precoce” até foi utilizada em uma conversa. O exemplo de alguns jogadores que demoraram dois anos para ganhar chances foi utilizado para reforçar o que mudará.

Após a derrota para o Palmeiras, o Grêmio retorna a Porto Alegre no fim da manhã desta segunda-feira e joga já na quarta contra o Ayacucho, pela segunda fase da Libertadores, na Arena, às 21h30.

Fonte: G1

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *